Semed apresenta projeto de criação de horta e pomar nas escolas aos diretores da cidade

0

Com o objetivo de contribuir para os bons hábitos alimentares dos alunos das escolas municipais de Moju e incentivar a alimentação escolar mais nutritiva e saudável, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) lançou na manhã da última quinta-feira, 23, desta vez para os diretores dos colégios da cidade, o projeto “Horta e Pomar Nas Escolas”, que vai premiar as merendeiras e os colégios da rede municipal de ensino que criarem hortas escolares criativas e cardápios nutritivos feitos com alimentos plantados na própria horta. No total, 178 escolas do campo e da cidade que recebem recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) estão aptas a participar do projeto da Semed.

A programação aconteceu no auditório da Escola Municipal Oton Gomes e foi necessária para apresentar, com detalhes, aos diretores, o projeto de nome inicial “Horta Nas Escolas: plantando e colhendo bons hábitos alimentares”. Hoje, a alimentação saudável assume na rede municipal de ensino a essencial tarefa de combater a desnutrição; melhorar o aprendizado dos alunos e reduzir a taxa de evasão escolar. Agora, com o lançamento do projeto da Semed, será possível trabalhar nas escolas municipais com mais profundidade temas centrais, como hábitos de alimentação saudável, cuidado com o meio ambiente, estratégias de combate ao desperdício alimentício e sustentabilidade. Além disso, a “Horta e Pomar Nas Escolas” vai servir como importante complemento da merenda nas escolas.

A nutricionista da Semae, Vera Negrão, explicou os detalhes do projeto de alimentação saudável a ser implantado na gestão do prefeito Deodoro Pantoja, Ie-Ié. “Primeiro vamos inscrever no período de 06 a 10 de março deste ano as escolas municipais no concurso. Depois cada escola vai escolher os legumes, temperos ou as frutas que irão plantar e cultivar. Em seguida, a prefeitura vai dispor de um técnico agrícola para ensinar as técnicas de cultivo da horta. Cada colégio poderá contar inclusive com a ajuda da comunidade escolar que tem conhecimento de plantio. O outro passo será a orientação de bons hábitos alimentares feita por nós, do Semae e, por fim, o acompanhamento e a supervisão do projeto, que culminará na premiação dos melhores cardápios, no final do ano”.

Durante a apresentação do projeto inovador da Semed, os diretores das escolas municipais da cidade também participaram do Curso de Boas Práticas de Higiene, ministrado pela tecnóloga em alimentos do Setor Municipal de Alimentação Escolar (Semae), Elzilene Araújo. A formação dará suporte ao projeto e ajudará as merendeiras no preparo higiênico da alimentação servida aos alunos. A ideia do projeto “Horta e Pomar nas Escolas” é engajar os próprios alunos da rede municipal na execução das atividades, com empenho também dos colégios na criação de atividades pedagógicas e pesquisas sobre alimentação saudável.

 

CRITÉRIOS DE PREMIAÇÃO DO PROJETO DA PREFEITURA

* Inovar nos cardápios;

* Produzir boa quantidade e variar os gêneros alimentícios;

* Conservar e destinar adequadamente o excesso de produção;

* Preencher a planilha de controle da alimentação escolar fornecida pela Semed;

* Enviar relatório com registros de fotos ou vídeos de no máximo 5 minutos em CD ao Semae;

* Incluir hortifrúti nos bons hábitos alimentares na escola;

* Adicionar alimentos nutritivos da horta no cardápio fornecido pelo Semae;

* Criar e revitalizar o espaço de produção;

* Adaptar de forma criativa a horta dentro do espaço escolar.

 

PREMIAÇÃO

Categoria Merendeira: Prêmio em dinheiro.

1º Lugar, 2º Lugar e 3º Lugar.

 

Categoria Escola: Prêmio de algum bem material que contribua para a alimentação saudável, a ser definido pela escola.

1º Lugar, 2º Lugar e 3º Lugar.

 

Por Tatiara Ferranti (Ascom Prefeitura de Moju)

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade